Dom Edmilson: “Estejamos atentos à nossa maneira de viver a fé”

Lideranças carismáticas de todo o Estado de São Paulo foram convidadas a olhar para Jesus e a imitá-lo durante a Santa Missa que encerrou as atividades deste sábado (03/03). Dom Edmilson Caetano, bispo da Diocese de Guarulhos, que presidiu a celebração, questionou os participantes do Encontro Estadual de Lideranças sobre como estamos vivendo os 10 mandamentos em nosso cotidiano, como mostrou a primeira leitura (Êxodo 20, 1-17). “Quem de nós vive os 10 mandamentos? Quem de nós não tem ídolos? Quem de nós ama o próximo verdadeiramente? Sabemos que Israel não foi fiel aos 10 mandamentos. E nós também não somos!”.

Durante a homilia, Dom Edmilson lembrou que, como mostra o Êxodo, Deus havia dado os 10 mandamentos para que se levantasse um povo diferente no Egito, seguidor da lei, que se resume em amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. E assim também espera de nós, porém, muitas vezes devemos tomar cuidado para que a vivência dos 10 mandamentos, como nos pede o Senhor, não seja algo meramente exterior, apenas uma religiosidade. “Somos chamados a olhar para Jesus e estar n’Ele, na graça de Sua palavra, pois Ele sim viveu os 10 mandamentos. Toda a aliança com Deus está cumprida na pessoa de Jesus”, ressaltou.

Meditando sobre o Evangelho, quando Jesus expulsa os vendilhões do templo e afirma “destruí este templo e em três dias eu o levantarei”, referindo-se ao seu próprio corpo, o bispo lembrou que novamente Jesus se rebela contra aquilo que é feito sem a conversão do coração, apenas por religiosidade. “É no corpo de Cristo que a minha vida tem sentido, é n’Ele que fui renovado, incorporado pelo Batismo. É a sabedoria da cruz, em que o Senhor reconstrói em nós o Seu templo”.

Dom Edmilson disse ainda que o Ano do Laicato é momento de “estarmos muito atentos com a nossa maneira de viver a fé e de estar em Cristo.” Às lideranças carismáticas ele pediu que refletissem sobre a maneira como vivem fora da Igreja, em seu ambiente de trabalho, na família, na sociedade. “Muitas vezes, no Grupo de Oração nós louvamos, mas fora dele parecemos ser outra pessoa”, avaliou.

E encerrou a homilia pedindo a todos para que vivam a loucura da cruz, o amor a Deus, e ao próximo, não como aduladores, que esperam algo em troca de seus deuses, mas como verdadeiros adoradores.

Ao término da celebração, a presidente do conselho estadual da Renovação Carismática do Estado de São Paulo, Lucimar Maziero, agradeceu a presença de todos os sacerdotes, em especial de Dom Edmilson, e reforçou o convite feito por ele para que leigos sejam verdadeiros adoradores no mundo. “Nós, família carismática, queremos ser esta resposta para a Igreja!”, afirmou.

FONTE: RCC SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *